°°°°°°°°°°°fotopara-blog.jpg°°°°°°°°°°°° ImageChef Custom Images

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

"Enquanto houver você do outro lado,eu consigo me orientar." (O Teatro Mágico)



Amour  ...

Lado Direito do Coração

Hoje
Capaz e disposto
Eu saio do centro
E venho para te procurar

Hoje
Um pouco como ontem
Pensamentos de corda
Se entrelaçam no coração
Eu
Preciso entender
Sem temer nem tremer

Sim
Estou segura
E me visto com qualquer coisa que voa
Eu sou o vento e o instinto
Além da sombra que tenho dentro de mim
Me fotografe agora

Tenho medo e te amo
E por isso estou aqui
São mãos banhadas
São lágrimas derramadas
Tenho medo e não temo
Essa mudança de tempo
Eu ouso por natureza
Para ver se venço
Há alguma coisa que voa
Para o lado direito do coração

Hoje
Atrás da porta
Nos ângulos sujos
Eu realmente me conheço
E você
Voz infinita
Demonstra quem é
Quando vem me entender
Eu
Preciso mudar
E te quero dizer que

Sim
Estou segura
Adormeço e venho te segurar agora
Caminhamos sobre a água
Depois comemos pela rua
E brincamos para nos sentirmos bem

Tenho medo e te amo
E por isso te doo
Me acaricie agora
Para saber quem eu sou
Tenho medo e retoco
Dou mais luz à foto
Boa luz e boa viagem
Não me esqueço de nada
E por isso me salvo
Pois tenho direção
Eu quero te dizer que venci
Eu quero te dizer que te amo
Há alguma coisa que voa
Para o lado direito do coração



Amour  ... Belle image



LATO DESTRO DEL CUORE

Oggi
Potere e volere
Esco dal centro
E ti vengo a cercare

Oggi
Un po' come ieri
Pensieri di corda
Si attorcigliano al cuore

Ho
Bisogno di capire
Senza temere né tremare
Nanananana

Son sicura
E mi vesto da qualcosa che vola
Sono il vento e l'istinto
Oltre l'ombra che ho dentro
Mi fotografi adesso

Ho paura e ti amo
E per questo ci sono
Sono mani bagnate
Sono lacrime uscite
Ho paura e non temo
Questo cambio di tempo
Per natura mi spingo
Per vedere se vinco
C'è qualcosa che vola
Lato destro del cuore

Oggi
Dietro la porta
Negli angoli sporchi
Mi conosco davvero
E tu
Voce infinita
Dimostri chi sei
Quando vieni a capirmi

Ho
Bisogno di cambiare
E te lo voglio raccontare
Nanananana

Son sicura
Mi addormento e vengo a prenderti ora
Camminiamo sull'acqua
Poi mangiamo per strada
E giochiamo a star bene

Ho paura e ti amo
E per questo ti dono
Accarezzami adesso
Per sentire chi sono
Ho paura e ritocco
Do più luce alla foto
Buona luce e buon viaggio
Non dimentico niente
E per questo mi salvo
Perché ho direzione
Voglio dirti che ho vinto
Voglio dirti ti amo
C'è qualcosa che vola
Lato destro del cuore





Laura Pausini OMRI (Faenza, 16 de maio de 1974) é uma cantora e compositora italiana.
Iniciou sua carreira profissional em 1993 após ter vencido o Festival de Sanremo na
categoria "Novos Talentos" com a música "La Solitudine". É considerada a cantora
italiana mais popular dos dias atuais, de maior vendagem e com maior número de
certificações e prêmios recebidos. Além de compor e cantar, Laura Pausini produz
arranjos e projetos para as suas músicas e álbuns.

Laura é famosa mundialmente, interpretando além de italiano, canções em espanhol,
português, francês e inglês, obtendo assim importante sucesso e reconhecimento na
Itália e em diversos países da América e da Europa, especialmente no Brasil, Chile,
Argentina, México, Estados Unidos, Espanha, França, Portugal e Alemanha.

Laura Pausini é detentora de diversos prêmios musicais, dentre as aquisições mais
notáveis estão um Grammy Awards no ano de 2006, na categoria Melhor Álbum Pop Latino
com o álbum Escucha , e 3 Grammys Latinos na categoria Melhor Álbum Vocal Pop Feminino
ganhos em 2005 com Escucha , 2007 com Yo canto e 2009 com Primavera
anticipada .

No dia 12 de novembro de 2013 foi lançado o 12º álbum de sua carreira, intitulado
20 - The Greatest Hits, e desde dezembro de 2013 a cantora estará em uma turnê mundial
de concertos, a The Greatest Hits World Tour, com apresentações em diversas cidades da
Itália, da Europa e da América.

Laura Pausini já ultrapassou a marca de 70 milhões de cópias vendidas e está na Lista
de recordistas de vendas de discos



Gif


http://www.dontstopthemusic.com.br/Musicas/Italianas/Laura_Pausini/Lato_Destro_del_Cuore_MS.mid


Gif





TRADUZIR-SE

Uma parte de mim
é todo mundo;
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera;
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta;
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente;
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem;
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte?

(Ferreira Gullar)

PEDAÇO DE MIM

Oh, pedaço de mim
Oh, metade afastada de mim
Leva o teu olhar
Que a saudade é o pior tormento
É pior do que o esquecimento
É pior do que se entrevar

Oh, pedaço de mim
Oh, metade exilada de mim
Leva os teus sinais
Que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
E evita atracar no cais

Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu

Oh, pedaço de mim
Oh, metade amputada de mim
Leva o que há de ti
Que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada
No membro que já perdi

Oh, pedaço de mim
Oh, metade adorada de mim
Leva os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor
Adeus

(Chico Buarque)



Metade de mim

Metade de mim
é emoção
e deseja teu corpo ao alcance da minha mão
a outra metade
é razão
e imune te afasta, ignora, finge ilusão.

Metade de mim
não me deixa do teu beijo esquecer
a outra metade
impassível, não me permite sofrer.

Metade de mim
lembra o calor ardente do teu abraço
a outra metade
insensível, nega a existência do laço.

Metade de mim
quer novamente ouvir tua voz
a outra metade
implacável, exige que esqueça de nós.

Metade de mim
é sonho acordado de desejo e lembrança
a outra metade
inabalável lucidez que cessa a esperança.

Metade de mim
subjuga meu corpo na ansiedade do amor
a outra metade
impiedosa rebela-se, aumentando minha dor.

Metade de mim
emoção
grita teu nome ao vento
incontida, desesperada de paixão
a outra
indiferente se cala, sem nenhuma razão.

(Rosemari Hauenstein Ruch)